Sunday, March 7, 2010

157 / Um Bom Trabalho, Mas...

Gostámos de ver, ouvir, e depois comentar, a presença da nossa cara na televisão. O rapaz, Comissário Flôr, tem presença. Aparece poucas vezes, mas é sempre assertivo. Trabalho de casa bem feito, não se engasga, não transpira, controla as operações. Bom jeito lhe têm dado as horas que passou no CENJOR. Os investimentos da PSP afinal dão alguma coisa. Ainda não chegou à visibilidade da "subcomissária Paula" (agora já promovida a Comissária e perdida pela UEP) - que embora falasse em nome do COMETLIS, toda a gente achava que falava em nome da PSP - mas lá chegará. Para quem não viu, esclarecemos: é a cara de uma campanha nacional da PSP para chamar à atenção de peões e condutores dos atropelamentos na cidade, tanto nas passadeiras como fora delas. Esteve bem. Achamos estranho é que, com a proliferação da internet, banda larga, cabo, redes sociais, etc., a PSP ainda não tenha conseguido «arranjar» um grupo de profissionais dedicados a passar a imagem da PSP sem se subordinar a estar presente em programas pornográficos que passam antes do almoço na TV portuguesa. Publico alvo? O motivo é público alvo? Não, a PSP não se pode sentar no mesmo lugar onde, 24 horas antes, um mascarado, falou durante horas contra a polícia.

38 comments:

leiras said...

Com o que vou dizer não quero menosprezar o trabalho do Comissário Flor. Mas a Comissária Paula Monteiro era sem sombra de dúvidas a "pessoa certa no lugar certo".
Ainda não descortinei o motivo do seu afastamento.
Porque seria?
Penso saber. Mas como não tenho a certeza, fico calado.
Tem que se dar voz ao pensamento do dono.

Anonymous said...

O papel que o Comissário Paulo Flor (sem assento)tem feito em nome da PSP é muito bom, se não vejamos o salto qualitativo que a instituição deu neste lapso de tempo em que ele tem desempenhado funções à frente do GIRP.
E não é a cara apenas na televisão, mas também do site da PSP onde teve a capacidade visionára de inovar, nas campanhas nacionais, nos brinquedos para os mais pequenos e graúdos, na própria imagem da PSP.
Comparar o Paulo com a Paula só mesmo em termos de nome, porque de resto a não se pode comparar o incomparável.
Não menosprezando o trabalho da actual Comissário Paula Monteiro, julgo que o trabalho do Comissário Paulo Flor tem sido uma mais valia e tem dado provas, acima de tudo por conseguir singrar numa área tão complicada como é a de gerir diáriamente com os OCS.
Quanto ao facto se ser a "imagem da trelevisão", julgo ser a fatalidade dos dias hoje. A imagem da corporação tem que ter uma cara, tem que ser vista e revista. Os programas "matinais" nem sempre são o TOP 3, mas são aqueles que o "povo" vê!
A PSP tem imvestido na área da relações Públicas, não só em cursos no CENJOR, mas também em Pós-Graduações em Comunicação Social e RP.
Estamos a dar um passinho de cada vez, em nome da Polícia e dos Polícias.

Anonymous said...

Este último comentário (1:21 AM), pela forma como está escrito, até parece que ou foi escrito pelo próprio ou por alguém que lhe é íntimo, mas passemos à frente...
De um director de Gabinete de relações públicas espera-se que coordene a comunicação e não tanto que comunique. A Polícia é uma instituição que, pela sua dispersão territorial, abrangência de matérias em que trabalha e especificidades de cada uma, entendo que não deve ter um rosto pessoal. O rosto da Polícia são os seus símbolos e, quando muito, o seu Director Nacional. Se a Polícia quiser falar de trânsito deve fazê-lo através de alguém especializado em trânsito, se quiser falar de investigação criminal deve fazê-lo através de alguém especializado nessa área e o mesmo acontece com todas as outras áreas. E o ter curso no CENJOR ou pós-graduações é comum a vários outros oficiais de Polícia. A Polícia pagou estes cursos a muitos outros oficiais, precisamente para que dêem a cara publicamente em nome da Instituição e não apenas para registarem no seu currículo.
Na congénere GNR é frequente vermos oficiais a aparecerem aquando de operações policiais. Ainda no último Natal e passagem de ano vi, como todos devem ter visto, capitães e majores a fazerem o ponto de situação do trânsito e questionei-me se a PSP também o não deveria fazer, se os responsáveis pelo trânsito na PSP não deveriam igualmente vestir a farda e falar em nome da Polícia. Pois, mas deve ser muito chato no dia de Natal sair de casa e ir trabalhar e um chefe de Divisão, porventura, acha que não lhe pagam para isso, apesar de ganhar bem mais do que ganharia se estivesse no serviço operacional...

Anonymous said...

Pois leiras...caladinho é que está bem....quando fala ou é para dizer asneiras ou para insultar colegas só porque estão noutro tipo de serviço, ou pela farda que (não) usam...

Anonymous said...

Deixem lá a Paulinha em descanso que já estava farto dela a toda a hora a aparecer casa dentro a vender o óbvio. É bom mudar de caras senão é uma seca de todo o tamanho.Zé Camarilha

Anonymous said...

Tanta gente a "rilar" o osso, Vai ficar bem "rapadinho", O pior é quando já não existir osso.

Anonymous said...

Bruno Lameiras

Boa noite.

Acerca disto, a unica coisa que lamento é que as RP da PSP não apareçam mais vezes.

Cumps

policiadas said...

Ao Comissário Paulo Flor, sem aCento, pedimos desculpa por o nome não o ter, embora tenhamos a certeza que aSSento ele efectivamente o tem.

Anonymous said...

Bruno Lameiras

AHAHAHAHAHAHAHAHAHAH

Só para dizer que este ultimo comentário do Policias foi de um sentido de humor fantastico, os meus parabens! eheheheh

Desculpem o Off-Topic

Cumps

Anonymous said...

Será que a policia não está obrigada a cumprir o Código das Estrada? Se está por que razão estaciona e faz estacionar os presumidos infractores em nítida infração ao CE? Sim , já não é a primeira vez que assisto a situações destas. A última foi com o CP 96-BA-73 estacionado em cima de uma curva bem como o presumido infractor. Dois rapazitos mal ataviados faziam da mala do carro secretária enquanto provocavam um mini engarrafamento de trânsito. Quando será lei aplicada a todos?

Lima said...

Considero que sim, estão a proceder bem,se os bombeiros e viaturas do INEME, além de outras atravancam uma rua, impedindo autocarros lotados de passageiros e viaturas particulares de circular,para se fazerem notar,na maior parte das vezes com espaço livre para estacionarem devidamente, entendo que não devem destoar, quebrando a regra.

Anonymous said...

Então como??????????????é brincamos!

Anonymous said...

Bruno Lameiras

Boa tarde...

Anonimo... o teu comentário não merece resposta..

Cumps

Anonymous said...

Desculpa lá Bruno mas merece resposta sim!

Anónimo March 16, 2010 5:56 AM:

Caríssimo, vou tomar nota do seu comentário e vou apelar a todos os Polícias,para que quando o Sr. estiver a ser agredido, assaltado, burlado etc...e necesitar da Polícia, que os Agentes que forem em seu socorro não deixarem o CP mal estacionado....estacionem primeiro correctamente (nem que demore meia hora) e depois sim socorram este cidadão....
Em jeito de remate, caro Sr. há horas na nossa vida em que se estivermos caladinhos fazemos melhor figura, como foi o caso do seu infeliz comentário acerca do estacionamento da Polícia, não acha?

Anonymous said...

Bruno Lameiras

Inequivocamente esse indivíduo, sim porque nem por cidadão deve ser tratado tem alguma quezília com a Polícia e com as autuações de que foi alvo. O Estereótipo não falha.

È daqueles que vai ao café deixa o carro em segunda fila ou circula pela Auto-estrada na faixa do meio.
Se fosse o carro dos bombeiros ou o camião do lixo, certamente a sua ira não era tão acentuada.

…. “os cães ladram e a caravana passa”…

cumps

Anonymous said...

O rapaz, Comissário Flôr, tem presença diz o texto atras.... atao e agora nao vem dar cara para defender um agente que por falta de meios da policia para travar uma viatura de um individuo teve de fazer uso da pistola... quem defende o poli?? só fazem uso de xarme na tv.......é só peneirassss

Rocha said...

Quem devia ser sentado no mocho,eram os pseudo políticos e magistrados, que com a sua conduta ,permitiram se chegasse ao estado de desobediência geral a que se chegou.

Anonymous said...

Bruno Lameiras

Boa noite:

Quero aproveitar aqui o (Off Topic), porque sinto necessidade de escrever o que me vai na alma acerca do recente acontecimento com um colega.

Quero desde já deplorar o sucedido, uma vez que, a perda de vidas humanas é sempre de lamentar (politicamente correcto).

Quero dar um abraço de força e coragem ao colega, ora Arguido, que tenha força e que certamente tudo se irá resolver, esperemos que pelo melhor para ele, sem deixar de referir que isto só acontece a quem trabalha.

Com o devido respeito pelo colega cujo meu apoio é incondicional, gostava de dizer que aquele senhor que se diz Presidente de uma das Associações da PSP é uma vergonha para a Instituição. As declarações dele envergonharam-me como elemento desta Polícia.

Se quer aparecer, ao menos que diga algo de útil, agora vir dizer que o colega nunca disparou com a arma e que não tem patilha de segurança, está a ser mentiroso e calunioso. Está indirectamente a chamar-nos burros, porque não sabemos lidar com armas sem patilha. Não acredito nisto, como não acredito que o colega tenha entrado agora para a PSP com 27 anos, não acredito que a culpa seja da arma e não acredito que nunca tenha disparado com ela.

Por isso, este senhor que julgo chamar-se António Ramos, deveria ter vergonha em aparecer na televisão a dizer tamanhas barbaridades.

Na continuação do caso, parece que agora já começam a chover na CS as normais ameaças provenientes dos Bairros. Posto isto, termino com uma frase que uso regularmente e carregada de ironia: “ai que medo…”

Cumps e um abraço ao colega da SIR

Anonymous said...

Sob o título "Viagem oficial do Director Nacional a Macau" as Relações Públicas da PSP ilustram no seu site oficial da internet uma viagem a Macau do seu Director Nacional e restante comitiva. A quem ainda não viu, convido a ver em www.psp.pt
E depois de verem, questiono: é este o bom trabalho das relações públicas da PSP? Que interesse tem para os cidadãos verem umas fotos do Director Nacional da PSP em traje de passeio, em circunstâncias que, sem outra explicação e no contexto daqueles fotos, também não parece outra coisa que não seja um passeio?!
É este o exemplo do bom trabalho do gabinete de relações públicas?
Ainda, para quem elogia esse site oficial da PSP, bem como para quem faz a sua gestão, dou um conselho: dêem uma espreitadela no site da GNR e comparem!

Anonymous said...

Há que ser claro, quem matou o indivíduo que desobedeceu á polícia não foi o agente que premiu o gatilho,mas indirectamente os políticos e juízes,pior inflizmente mais mortes irão acontecer, não tenham dúvidas, e a parada irá subir atingirá mais tarde ou mais cedo a os autores morais, da actual situação é apenas uma questão de tempo.

Anonymous said...

Nestes casos, em que por norma os analogistas e cabeçaqs bem pensantes, têm dificuldade em entender porque acontecem, têm uma grande razão de fundo, a culpa é do milho mais os pombos.

Anonymous said...

Vamos continuar a fazer O.STOP à toa... (combate ao crime?)
Vamos continuar a ter 16 munições apenas...
Vamos continuar a vestir fardamento desactualizado e nada prático.
Vamos continuar a usar pneus de péssima qualidade nos CPs...
Vamos continuar a ter os remunerados como objectivo principal do mês...
Vamos continuar a falar cada um para seu lado,mostrando que não há liderança nesta casa...
Até quando?

arvorado

Anonymous said...

Colegas,
Em primeiro lugar uma palavra de sentido pesar à família do falecido. Para depois dizer que todos nós, Agentes, Chefes e Oficiais da PSP e outros OPC’s dar-mos as mãos e APOIAR O COLEGA DA 4ª.DELTA. A ele a sua família estão a passar por momentos que nenhum dos presentes gostaria de passar. Certo!
Quanto ao facto do n/querido DN ter ido a Macau e ter posado à civil para os OCS isso deve-se ao facto de o uniforme local ser muito muito semelhante com o da PSP. Não tenham julgamentos enviesados.
Por outro lado, desejo ao Sr.Director do GRP da PSP sucesso, pq para não é uma tarefa fácil. Já lá esteve um senhor a quem o seu curso superior foi pago pela Instituição e não dava uma para a caixa (HC). Acerca da Paulinha, ela consegue ter tudo o que a maioria das mulheres gostaria de ter (beleza e inteligência). E os restantes “males” tocam-se por esse facto.
Para terminar, infelizmente a méritocracia não é só de oficiais. Anda ai muito Agente da PSP, Chefe e Guarda ou Sargento da GNR, que a seus custo e sacrifício está a tirar cursos superiores. Vocês sabem quantos Mestres científicos e Doutores existem na PSP? E quais os suas categorias? E na GNR?
Um tema que gostaria de ver aqui debatido é Para quando a fusão de ambas (PSP e GNR)? Já agora mantenham o nível do vosso espírito e da vossa massa cinzenta, independentemente da vossa categoria ( de aplicação exclusiva na corporação). Não se esqueça, do apelo que fiz acima.
O medíocre discute pessoas, o comum discute factos e o sábio discute idéias. (Confúcio)
Saúde

Anonymous said...

Colegas,
Em primeiro lugar uma palavra de sentido pesar à família do falecido. Para depois dizer que todos nós, Agentes, Chefes e Oficiais da PSP e outros OPC’s dar-mos as mãos e APOIAR O COLEGA DA 4ª.DELTA. A ele a sua família estão a passar por momentos que nenhum dos presentes gostaria de passar. Certo!
Quanto ao facto do n/querido DN ter ido a Macau e ter posado à civil para os OCS isso deve-se ao facto de o uniforme local ser muito muito semelhante com o da PSP. Não tenham julgamentos enviesados.
Por outro lado, desejo ao Sr.Director do GRP da PSP sucesso, pq para não é uma tarefa fácil. Já lá esteve um senhor a quem o seu curso superior foi pago pela Instituição e não dava uma para a caixa (HC). Acerca da Paulinha, ela consegue ter tudo o que a maioria das mulheres gostaria de ter (beleza e inteligência). E os restantes “males” tocam-se por esse facto.
Para terminar, infelizmente a méritocracia não é só de oficiais. Anda ai muito Agente da PSP, Chefe e Guarda ou Sargento da GNR, que a seus custo e sacrifício está a tirar cursos superiores. Vocês sabem quantos Mestres científicos e Doutores existem na PSP? E quais os suas categorias? E na GNR?
Um tema que gostaria de ver aqui debatido é Para quando a fusão de ambas (PSP e GNR)? Já agora mantenham o nível do vosso espírito e da vossa massa cinzenta, independentemente da vossa categoria ( de aplicação exclusiva na corporação). Não se esqueça, do apelo que fiz acima.
O medíocre discute pessoas, o comum discute factos e o sábio discute idéias. (Confúcio)

Anonymous said...

E pode dar-se por muito feliz. É o que temos

Mulher na Polícia said...

Olá senhores.

Muito prazer em conhecer um blog policial português!

Pena que as mulheres quase não vem por aqui, não é?

Um abraço a todos do Brasil.

Anonymous said...

Bruno Lameiras

Tão... mas é impressão minha ou este Blog teve o mesmo destino que o Jornal da TVI? EHEHEHEHEHE

cumprimentos

Anonymous said...

Isto fechou para obras?

Anonymous said...

Parabéns senhor Intendente Paulo Flor pela sua promoção.
aliás, o sr. é uma pessoa que muito estimo e considero excelente profissional. Conheci-o em Lisboa ainda estava eu na Esquadra de Carnide.
Agora diga-me com sinceridade, acha bem o sr e os seus colegas, sim digo seus colegas porque dos sr.s oficiais que conheço, fazem questão de separar as classes para umas coisas e igualá-las quando é para falar de policias, continuando, acha por bem serem promovidos cem oficiais e oitocentos agentes ficarem à espera?
Sabe o sr. tão bem quanto eu que somos os que damos a cara à população e que levamos com tudo na rua, sabe não sabe....
Também sabe que somos, os agentes claro, os mesmos prejudicados de sempre em tudo... Agora até nesta clara falta de respeito dos nossos "queridos" oficiais.
Mais acrescento sr Intendente, e se os de sempre ficassem doentes por acaso? Assim tipo... no dia anterior a operações que tanto gostam de propagandear, ou na véspera de grandes eventos ou melhor, e se todos os agentes, reles classe que dá razão de ser aos superiores, se opusesse a que fossem cumpridas as nep's, ou que ao fim do mês os números que apresentam os sr.s à classe politica, fossem muitos abaixo daquilo que são???
Era lindo!
O sr, volto a frisar, faz parte daqueles que estimo e considero, mas tem tantos colegas seus que com farda são uma coisa, sem ela e sem o "poder" hierárquico,, coitados....
Desculpe-me pelo desabafo, mas tinha que o dizer a alguém que estimo, porque ao meu comandante já o disse!

Anonymous said...

Como é que é? Na policia salta-se de comissário a intendente? Eu quero aplaudir!!! Vou-me alistar. E eu a julgar \que isso eram coisas do PREC. Acudam-nos!!!

Anonymous said...

Trabalho vai-te embora!
Curriculum é o que interessa, porque vai dar dinheiro!
Não têm vergonha, quando o país está de rastos?
Para que servem estes senhores oficiais licenciados à conta do Zé Povinho e com esse canudo agora só querem dinheiro.
PSP para onde caminhas, com gente desta?

Anonymous said...

Policiadas! Para quem defende tanto os valores tradicionais da hierarquia e da Polícia não se deve tratar o sr. Comissário Paulo Flor por rapaz... ou deve? também você lá vai chegar...

Zé Zé Camarinha said...

Acabo de ler no jornal que a policia voltou a agredir indiscriminadamente cidadãos pacíficos no fim de uma manifestação. Mais um golo na própria baliza. Quantos mais "oficiais" têm pior trabalham. Verdade seja dita que ninguém os vê na rua. Só nos faltava uma policia que perturba a ordem pública. E depois digam que é má vontade. Zé Zé Camrinha

Anonymous said...

parece-me a mim , que as graduações dos srº. oficiais ditaram o encerramento deste blog ..

Será que estou enganado ??

pedro machado said...

INDIGNADO
Fui pela 1ª vez ao concerto da gala da nossa POLICIA e fiquei indignado ao ver o meu comandante, um superintendente chefe, Jorge Barreira, desprezado e mandado sentar no meio dos pobres, enquanto o tal comissário FLOR, agora graduado em superintendente e armado em presidente da republica (das banamas, que se tornou a PSP) se sentava na fila de camarotes do ministro e do Oliveira Pereira, que faz coisas destas aos comandantes e depois arma-se em santo de falinhas mansas quando vem ao comando.
Como é possível? Se eu fosse o CMTE ia-me embora.
Só espero que o O.Pereira e os monstros da escolinha tenham os dias contados.
HAJA VERGONHA!

Anonymous said...

Mais outro que fechou para obras!

Anonymous said...

Sr. Pedro Machado
Se o teu Cmte estava afastado das elites, algum motivo deve haver. Não te parece??

Anonymous said...

Apesar disto parecer ter fechado para trespasse(?)mesmo assim deixo a minha dúvida:ainda não percebi qual foi a graduação do tal Flôr? Que é que o homem fez para ser "eleito" . Como vai este pobre País!