Wednesday, February 17, 2010

153 / Co-responsabilização - ( 3 )

As transições nunca foram fáceis. Chegar ao ponto a que chegámos - leia-se desorientação total - também não foi assim muito difícil. Estava na cara que iria ser assim. E vai piorar. Não, não estamos aqui com a vaidade, mesquinhez e arrogância de quem costuma prever as desgraças. Estamos aqui a conversar, mas estamos desolados. Infelizmente olhamos à nossa volta e não descortinamos uma VISÃO para a nossa organização. Olhamos à nossa volta e não vislumbramos OBJECTIVOS comuns à nossa organização. Olhamos à nossa volta e não conseguimos avistar uma ESTRATÉGIA. Ao olharmos à nossa volta só conseguimos ver, ainda que metaforicamente falando, um valente banquete em que muitos dos comensais dispensariam a sua presença e outros tantos dariam aquilo e mais dez tostões para fazerem parte dele. Enquanto não olharmos seriamente para a PSP, para aquilo que de mal lhe estão a fazer, não vamos a lado nenhum. Enquanto não escutarmos seriamente a PSP, iremos continuar a navegar em direcção aos escolhos. Vamos hoje começar a aplicar - seriamente (!) - o novo Estatuto. A publicação de mais dois despachos põe finalmente a máquina a trabalhar. Será que está a funcionar? 

25 comments:

Anonymous said...

bem isso toda a malta sabe que a PSP navega sem rumo há muito tempo... mas a que despachos se refer o texto isso é que queria saber porque o novo estatuto já esta em vigor desde 1 de janeiro deste ano alias ja estou numa nova escala por causa desse estatuto .. algo me passa ao lado ou tou a ser comido como é habito .....

Anonymous said...

Está a ser comido e está desatento certamente, pois o Estatuto não funciona por si só. Então não reparou que para o Estatuto ser exequível era necessário haver vários Despachos do DN? Tsst, Tsst, Tssst!

Anonymous said...

O primeiro comentador ou anda cá por ver os outros ou então não compreendo...
Se ler atentamenmte o seu estatuto profissional e as portarias que o regulamentam (se é que sabe que já há portarias que o regulamentam...)vê que são necessários despachos do director nacional para regulamentar certas matérias.
Desculpe que lhe diga mas o seu comentáruio revela muita ignorância em matérias que lhe dizem respeito!

Anonymous said...
This comment has been removed by a blog administrator.
Lima said...

Ainda a respeito, de despachos referen-se a despachos da DN, ou do governo,é que tambem ainda não vi nada...publicado sobre a matéria.

Anonymous said...

Lima
Consulta as O.S. da DN Iª. Parte B

Anonymous said...

A dúvida do primeiro post parece-me pertinente pois, se são necessários despachos para executar e regulamentar o estatuto, AINDA NÃO SE VIU NADA!!!
Nem na Parte B das O.S. nem no Correio da Manhã!
Para um Estatuto publicado em Outubro do ano passado, tssssst, tsssssst, tsssst.

Anonymous said...
This comment has been removed by a blog administrator.
Anonymous said...
This comment has been removed by a blog administrator.
Anonymous said...

Caros camaradas, pondo um pouco de água na fervura, se lerem o post 127, há lá pistas para a compreensão da manta de retalhos que é o nosso Estatuto. E olhem que o que lá está escrito é só uma amostra!

Anonymous said...
This comment has been removed by a blog administrator.
Anonymous said...
This comment has been removed by a blog administrator.
Anonymous said...

Meus caros, perante factos não há argumentos.
Este estatuto foi mal concebido e por pessoas que desconhecem a realidade da PSP, porque nunca saíram de Lisboa.
Este Estatuto deveria ser revogado porque é inexequível . Srs Intendentes ( alguns) dêem a mão à palmatória e corrijam e não andem a fazer promessas políticas .
Envolvam as bases nos projectos e não criem monstros, cuja alimentação vai sair muita cara.
O DN é Político, não assume nada.

Anonymous said...

Bruno Lameiras

Boa noite.

Só espero é que para a boa saúde deste Blog, cuja sua ascendência está em risco nos actuais moldes, o Moderador tenha o bom senso de eliminar os comentários injuriosos.
Não é por mim, eu já me vou habituando à hipocrisia entre colegas, é só porque há civis que vêm aqui ler isto… e é pior que dormir fardado num carro patrulha…
Fica a opinião, se a acharem boa, vendam-na.

cumps

policiadas said...

Já tentámos de todas as maneiras evitar a permanência de 'maus feitios' como comentadores do blogue. Desde as vistas prévias antes da publicação, até à anulação, por iniciativa do/s moderador/es após publicação, passando pelos avisos, só faltava esta: comentadores habituais sentirem-se incomodados com alguns comentários. Nós também o sentimos. Posto isto, com censura ou não, optámos: anulámos alguns comentários e tornaremos a fazer sempre que as circunstâncias o justificarem. A terminar, não nos cansamos de repetir: só cá anda quem quer, mas que seja respeitador para ser respeitado. O facto de ser anónimo não impele à prática de indignidades. Ou não será?

Anonymous said...

O Sr ADMINISTRADOR DEVERIA ELIMINAR O TERCEIRO COMENTARIO PQ ELE QUE ENCENTIVOU Á GUERRA DE PALAVRAS......

leiras said...

Escrever em blogs com espaços abertos e sem pré visualização dos comentários é assim mesmo. Os blogs são espaços abertos de debate. Um debate que se pretende esclarecedor e de congregação de correntes de opinião sobre os mais diversos assuntos. E para isso não é de aplaudir aqueles que, de forma anónima, partem para a ofensa de quem tem opinião contrária a deles. A isso eu chamaria outra coisa.

É exigível a todos RESPEITO. Nós que usamos uma farda e somos vistos de maneira diferente é-nos exigido muito mais.
Além do respeito temos de ser mais educados e mais tolerantes.

Anonymous said...

Bruno Lameiras

Boa noite

Leiras, concordo na integra!

Por isso sempre defendi que a participação deveria ser feita com registo e não de forma anónima.

Quem tiver medo de falar, que compre um cão!

Cumps

leiras said...

Aos Srs. Administradores do blog:
Vós sois os moderadores dos diálogos e acima de tudo sois detentores do poder de evitar conflitos pessoais que gratuitamente ofendem a honra e dignidade dos participantes neste espaço livre de opinião.
Participar em blogs como comentador é aplicar a nós próprios como que um "código deontológico" em que vejamos do outro lado uma pessoa que tem ideias diferentes das nossas. O debate permite-nos saber a opinião dos outros e emitirmos a nossa própria opinião. Qual será a opinião correcta?
Não sou apologista da utilização do chamado LÁPIS AZUL. Tal levar-me -ia a tempos idos em que era habitual a sua utilização para quem ousasse ter opinião contrária. Mas aqui e neste espaço, salvo melhor opinião de quem de direito, sou de parecer que o mesmo deve ser utilizado para quem ousa OFENDER a dignidade dos outros comentadores, denotando com isso falta de carácter e educação.

leiras said...

emendo: "...não deve ser utilizado por quem......

Anonymous said...

O terceiro comentador mais não quis do que chamar a atenção para os mais incautos de que a informação está ao alcance de qualquer elemento!
Basta querer para aceder, não conheço nemhum Policia que não tenha acesso à Intranet da PSP!
Eu sei que dói por a nú as nossas fragilidades...

Caovadio said...

Então e o despacho GDN 22 que previa uma folga ao Domingo para o Zé Patrulha de 4 em 4 semanas? Foi revogado porque era muita fruta para quem realmente dá a cara por esta instituição...Manifestação armada Já...com tiros para o ar...

Lima said...

Para os que não vêem os inconvenientes da fusão das Polícias,eis uma boa razão para que tal não suceda neste último comentário, é que apesar da grande maioria serem profissionais, as FS incorporam tanbém pessoas deste jaez.

Anonymous said...

Meus Caros
O jornal "Público" de 24FEV10 (hoje)noticia que um estudo realizado pela Universidade Fernando Pessoa mostra que a actuação da PSP desagrada à maioria.Entrevistaram 914 em todo o País que acham qu a polícia não faz tudo o que está ao seu alcance para defendê-las.O estudo concluiu ainda que "a PSP não dispõe de formação adequada ou de rcursos necessários ao despenho cabal das suas funções". E esta? Que me dizem aqueles que me maltratam quando digo umas verdades? Cidadão Contribuinte

serpico said...

Os nossos sindicalistas deveriam ter mais em conta o que foi referido pelo comentador anterior antes de se oporem irracionalmente a qualquer tentativa que um Comandante faça para melhorar os resultados (produzir segurança).
Muitos dos Polícias que só olham para os seus interesses particulares esquecem-se porventura que tb são cidadãos que talvez um dia também necessitem de serem bem "atendidos" pela Polícia.