Wednesday, April 9, 2008

59 / COMEÇAR MAL (talvez sim)

Com o passar dos dias, mais ficamos convencidos que o DN está com dificuldades em formar equipa. Já foi aqui abordada a questão, tanto em posts anteriores [55 / Começar Mal, 56 / Começar Mal (ou não)] como em comentários, aliás bastante oportunos: há Oficiais com o EGO enorme. Há Oficiais que após ‘convite’ para exercerem determinado cargo, recusam. Preferem ir para outros locais. Há os que já se terão esquecido dos odores da profissão, pois são mais os anos que estão fora, que os que passam na organização. Ocupam vaga, usufruem salário igual e ainda têm contrapartidas por estarem fora da organização. E há ainda os não listados para redistribuição. Finalmente, os mais comuns, os que realmente sentem e vestem a farda, acabam por ir parar a «cascos de rolha» como sói dizer-se. Assim não vamos lá!

5 comments:

Anonymous said...

mas afinal quem manda ?

Franco said...

Boa pergunta. Mas não se trata de mandar, mas sim de COmandar. Muitos não se apercebem que é disso que se trata.

Anonymous said...

Boa análise. Curta, mas direita ao assunto e totalmente lúcida. Começar bem ou mal? mais ou menos... como podiamos esperar...já queimou alguns trunfos.

Anonymous said...

Faltam duas categorias de nomeações. Aqueles que nunca comandaram nada, acabados de promover e são premiados com Dir Departamento e aqueles que foram para os comandos porque era importante comandar, apesar de alguns deles não terem feito outra coisa na vida. Le roi est mort...vive le roi! aplicasse ao "mau" do Romano. Todos os poderes gostam de afastar os que o questionam, o OP não é excepção, por muito que se pinte o quadro.

Anonymous said...

E comentários ao chefe de gabinete ou não há?......